domingo, 8 de Novembro de 2009

"As coisas importantes são invisíveis aos olhos..."


Este é um diálogo entre uma raposa e o principezinho, sobre aquilo de que os homens por vezes se esquecem: cativar.


« Quem és tu? - perguntou o principezinho - És bem bonita...
- Sou uma raposa - disse a raposa.
- Anda brincar comigo - pediu-lhe o principezinho. - Estou tão triste...
- Não posso brincar contigo - disse a raposa. - Ainda ninguém me cativou...
- Ah! Então desculpa! - Disse o principezinho.
Mas pôs-se a pensar, a pensar, e acabou por perguntar:
- "Cativar" quer dizer o quê?
- Vê-se logo que não és de cá - disse a raposa. - De que andas tu à procura?
- Ando à procura dos homens - disse o principezinho. - "Cativar" quer dizer o quê? 
(...)
- É uma coisa de que toda a gente se esqueceu - disse a raposa. - Quer dizer "criar laços"...
- Criar laços?
- Sim, laços - disse a raposa. - Ora vê: por enquanto tu não és nada para mim senão um rapazinho perfeitamente igual a cem mil outros rapazinhos. E eu não preciso de ti. E tu também não precisas de mim. Por enquanto eu não sou para ti senão uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativares, passamos a precisar um do outro. Passas a ser único no mundo para mim. E eu também passo a ser única no mundo para ti...
(...)
A raposa calou-se e ficou a olhar para o principezinho durante muito tempo.
- Se fazes favor... cativa-me! - acabou finalmente por pedir.
- Eu bem gostava - respondeu o principezinho. - Mas não tenho muito tempo. Tenho amigos para descobrir e uma data de coisas para conhecer...
- Só conhecemos o que cativamos - disse a raposa. - Os homens deixaram de ter tempo para conhecer o que quer que seja. Compram as coisas já feitas aos vendedores. Mas como não há vendedores de amigos os homens deixaram de ter amigos. Se queres um amigo, cativa-me!
(...) 
E o principezinho cativou a raposa. (...) »



Antoine de Saint-Éxupéry - O Principezinho

3 comentários:

  1. concordo com a rapoza...

    existem milhoes de catarinas no Mundo, mas foi esta Catarina que me cativou!...

    esta Catarina tao unica, especial...

    tu cativas.te.me e eu nunca te vou querer perder!!!

    adoro.te minha bouaaaaaaa!!!!!!

    um grande beijo *.* Ana Costa

    ResponderEliminar
  2. Há dois anos, foram algumas partes deste excerto que completaram o meu presente de aniversário, juntamente com a foto da "família feliz", como me lembro bem disso...

    ResponderEliminar
  3. E há sempre as coisas que não voltam...

    ResponderEliminar